MONTAR UM CONSULTÓRIO ODONTOLÓGICO

COMO MONTAR UM CONSULTÓRIO ODONTOLÓGICO EM 3 PASSOS!

Saber como montar um consultório odontológico é algo que pode tornar um cidadão comum em um empreendedor com grande potencial!

Se você deseja ser o seu próprio chefe e investir nessa área, este post é especial para você!

Vamos conferir?

Sem dúvidas, de todas as partes importantes dentro de uma empresa, a mais imprescindível é a do planejamento. Isso porque é nela que são definidos os caminhos as serem traçados e as metas a serem cumpridas, já no início das operações, além de outros aspectos de uma empresa e que demandam atenção por parte do empreendedor.

Isso permite que o dentista empreendedor tenha a capacidade de desenvolver uma série de contramedidas para problemas que possam vir a surgir no futuro. Além disso, estrutura melhor o negócio e traz segurança para a sua gestão!

Se você quer abrir um consultório odontológico, mas não sabe por onde começar, saiba que esse é o caminho que deve seguir!

1 – O local é uma parte principal de como montar um consultório odontológico

Assim como em qualquer empresa com um endereço físico, é importantíssimo definir um local que promova chances de sucesso para o empreendimento. Com um consultório odontológico não é diferente!

Analise bem a região em que você deseja atuar, descubra se o prédio em que está interessado possui as particularidades que você busca para o seu consultório. É preciso se certificar de que existe espaço suficiente para os banheiros, para uma área de espera, área de atendimento, etc.

Buscar algo com preço baixo pode parecer uma boa ideia a princípio mas, com o tempo, isso pode se tornar uma dor de cabeça! Ninguém gosta de se sentir desconfortável durante um atendimento, principalmente quando estamos falando de um consultório odontológico.

2 – Vá atrás da documentação!

Sem dúvidas, uma das partes mais incômodas de se abrir uma empresa nova é coletar todos os documentos e permissões necessárias para operar na legalidade. Porém, é algo necessário e que também se faz presente em consultórios odontológicos, e você precisará passar por isso se quiser abrir o seu!

Antes de prosseguir para a próxima parte, recomendo que converse com o Conselho Regional de Odontologia da sua região. Como especialistas, eles poderão ajudá-lo a encontrar tudo que é necessário para começar!

Você precisará se registrar junto à prefeitura da sua cidade. Se operar como um autônomo, precisará pagar uma taxa e deverá apresentar seu RG, seu CPF e o IPTU do local.

  • A partir daí, chega a hora de se inscrever no INSS;
  • Agora, precisa obter os alvarás de funcionamento, que são emitidos pela Vigilância Sanitária e pelo Corpo de Bombeiros;
  • Você não pode simplesmente descartar o lixo do seu consultório assim, sem mais nem menos. Por isso, deve contratar uma empresa especializada na coleta de resíduos potencialmente perigosos para o ambiente e o ser humano.

3 – Tenha todos os equipamentos necessários!

Um consultório mal equipado é um estabelecimento cuja possibilidade para captação de clientes é simplesmente desconsiderada!

  • Por isso, é importante investir em:
  • Uma Cadeira Odontológica;
  • Uma bomba a vácuo;
  • Uma seladora;
  • Uma autoclave;
  • Um compressor;
  • Um fotopolimerizador;
  • Uma máquina de raios-x;
  • E outros!

Dessa forma, você garante a disponibilidade de todos os equipamentos necessários para que o seu consultório seja completo e não precise ficar redirecionando pacientes para todos os lugares – isso é bastante cansativo e pode prejudicar os seus resultados!

Agora você já sabe como montar um consultório odontológico sem desafios!

Entre em contato com a Capital para mais informações sobre o que você precisa para começar o seu negócio e, se quiser ajuda para acelerar o processo, converse com nossos contadores especializados!

Agora que você entende melhor sobre este assunto, entre em contato com um dos nossos especialistas!

Falar com um especialista

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *