Contabilidade Para Dentistas

Contabilidade para Dentistas: aspectos legais e tributários

O profissional de odontologia, para que seu consultório esteja legalmente enquadrado na legislação, deve fazer o planejamento tributário com cuidado, encontrando a forma mais adequada para sua atuação no mercado. Sua escolha é que irá definir os tributos que deverá pagar e como eles irão gerar impacto em sua lucratividade. A contabilidade para dentistas, portanto, é necessária para que o profissional mantenha sua adequação à legislação.

No primeiro momento, o dentista empreendedor deve investigar a melhor condição para desempenhar suas atividades, se irá atuar como profissional liberal ou se deve constituir uma empresa.

Em qualquer uma das situações, o dentista deve procurar um escritório contábil, especializado em contabilidade para dentistas, buscando esclarecer os aspectos legais e tributários, cumprindo com todas as determinações e resoluções em sua área profissional, evitando futuros problemas que possam surgir através da fiscalização.

Aspectos legais da contabilidade para dentistas

Atuando como profissional liberal ou como pessoa jurídica, o profissional odontológico deve fazer o seu registro no Conselho Regional de Odontologia, na jurisdição da área em que estiver trabalhando, bem como solicitar a aprovação da vigilância sanitária de seu município. Para facilitar essa burocracia, um profissional responsável pela contabilidade para dentistas poderá atender esses requisitos, procurando os órgãos necessários e conduzindo a documentação exigida.

Além dos aspectos legais referentes ao consultório, a empresa de assessoria contábil responsável por fazer a contabilidade para o dentista poderá também esclarecer os aspectos contábeis e tributários, permitindo que o dentista possa exercer sua atividade pagando a menor quantidade de impostos permitida pela legislação.

Através da contabilidade para dentistas será possível fazer uma previsão sobre a melhor forma de atuação, se uma empresa ou um profissional autônomo. Para tanto, o contabilista poderá fazer todas as previsões, dentro do planejamento orçamentário do consultório, verificando a melhor condição para o dentista.

A questão dos tributos é de essencial importância, uma vez que parte dos rendimentos do consultório, obrigatoriamente, deve ser recolhida aos cofres públicos todos os meses e a escolha do melhor regime tributário poderá gerar maior ou menor impacto nos rendimentos do consultório.

Para considerar o melhor regime tributário, através da contabilidade para dentistas será necessário considerar os valores totais de faturamento, podendo comparar nas simulações entre as modalidades de pessoa jurídica ou pessoa física, analisando o mais vantajoso e procedendo a sua definição.

Normalmente, quando atuando como pessoa jurídica, o dentista poderá recolher menor carga tributária do que uma pessoa física, embora apenas o profissional responsável pela contabilidade para dentistas possa esclarecer a modalidade mais aconselhável, de acordo com o cenário apresentado pelo empreendedor.

Contabilidade para dentistas como profissional autônomo

O dentista que trabalha como profissional autônomo deve ter conhecimento dos procedimentos a serem tomados para estar em dia com suas obrigações fiscais. Como profissional autônomo, ele deve recolher os impostos através da tabela de Imposto de Renda Pessoa Física.

A contabilidade para dentistas nessa modalidade de trabalho é feita através do Livro Caixa, onde são lançadas todas as despesas dedutíveis, com o objetivo de reduzir o lucro tributável. Nesse sistema são considerados como despesas a folha de pagamento, as contas de energia, água, telefone e internet, o aluguel do consultório e o INSS, entre outras despesas.

No caso de o profissional autônomo não fazer a contabilidade para dentistas, não terá como fazer as deduções necessárias e, ao recolher o imposto de renda sobre o faturamento bruto, poderá ter um valor pelo menos 100% maior daquele que poderia ser recolhido utilizando as deduções permitidas pela legislação.

Assim, o profissional odontológico deve mesmo contar com o auxílio fundamental de uma assessoria contábil especializada em contabilidade para dentistas, já que essa assessoria poderá fazer uma grande diferença na lucratividade de seu consultório.

Contabilidade para dentistas em consultório odontológico

A escolha da abertura de uma empresa para o consultório odontológico pode oferecer diversos benefícios, computados através da contabilidade para dentistas. A empresa pode fazer a opção pelo Simples Nacional, pelo Lucro Presumido ou pelo Lucro Real, que deverá ser escolhida através de simulações sobre o faturamento e as despesas, optando pela que permite menor taxa de impostos.

Normalmente, a tributação através de pessoa jurídica é bem menor, quando comparada à pessoa física e, assim, é importante manter a assessoria de uma empresa de contabilidade para dentistas que tenha conhecimentos suficientes para proceder com a análise tributária, apontando a melhor opção para o profissional de odontologia.

Dependendo do planejamento tributário organizado pelo profissional responsável pela contabilidade para dentistas, o consultório odontológico irá encontrar a menor tributação possível permitida pela legislação.

As despesas na contabilidade para dentistas

Na contabilidade para dentistas é possível separar as despesas da vida empresarial e da vida pessoal do profissional de odontologia. O consultório tem suas despesas com materiais e medicamentos, com funcionários e com impostos, além das próprias despesas do dentista.

Mesmo quando se trata de um consultório administrado por um profissional liberal autônomo, a divisão das despesas é um facilitador da gestão, evitando encargos desnecessários.

Todos os custos devem ser registrados separadamente na contabilidade para dentistas, permitindo conhecer o valor de cada uma delas mensalmente e, dependendo das necessidades, tomando as providências necessárias para sua contenção ou redução.

Através da contabilidade para dentistas será possível saber exatamente quando o escritório tem de despesas, podendo implementar uma gestão tributária adequada e permitindo maior lucratividade.

Vale destacar o papel do profissional de contabilidade na condução do processo, já que se trata da pessoa responsável pela geração de informações para o fisco, fornecendo condições para que todas as rotinas sejam cumpridas e para que o consultório esteja de acordo com a legislação.

Se você estiver pensando em abrir uma clínica odontológica, fazer um planejamento tributário, reduzir seus impostos e aumentar a lucratividade de seu empreendimento, entre em contato conosco. A Capital é uma empresa de contabilidade em Brasília – DF especializada em contabilidade para dentistas, e podemos fazer muito por sua clínica odontológica.

Venha se consultar conosco Doutor Empreendedor!

Até breve…

Agora que você entende melhor sobre este assunto, entre em contato com um dos nossos especialistas!

Falar com um especialista

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *