Contabilidade Para Clínicas Médicas

Contabilidade para Clínicas Médicas – Dicas Fundamentais para Abertura

Você sabia que tramita no Congresso tramita no congresso matéria que diminuirá a alíquota minima do simples nacional para médicos de 16,9% para 6%?

Muitas mudanças estão ocorrendo, e o senado aprovou na terça-feira dia 21 de julho algumas regras para o enquadramento das empresas do Simples Nacional. As alíquotas serão mais favoráveis, favorecendo assim a economia e a expansão da medicina.

É certo que um médico recém-formado muitas vezes sente dificuldades de fazer mais especializações, devido a carga tributária, e nesse sentido, a redução da alíquota será muito bem-vinda!

O Simples Nacional implica em um recolhimento mensal, diante a um documento único de arrecadação de contribuições e impostos, como exemplo: IPI, IRPJ, CSLL, COFINS, PIS/Pasep, ICMS, ISS, CPP.

Portanto, se aprovada em definitiva, a área médica para aqueles que ingressarem no Simples Nacional terá tributação na forma do Anexo III da Lei Complementar referente ao tema (123/2006).

Dessa forma, a alíquota para a faixa de faturamento de até 180 mil de receita bruta em um ano, cairá dos 16,93% para 6%. E assim haverá redução de alíquotas para diversas faixas:

  • De até 360 mil; passando de 17,72% para 11,20%.
  • De até 720 mil; passando de 18,77% para 13,50%.
  • De até R$ 1.800,00; passando de 21,38% para 16%.
  • De até R$ 3.600,00; passando de 22,45% para 21%.
  • E faixa de R$4.800,00 com a alíquota em 31%.

Sendo assim, preparamos algumas dicas fundamentais  sobre a contabilidade para Clínicas Médicas!

Como abrir clínicas médicas com uma contabilidade segura?

Ao montarem suas clínicas médicas, os profissionais da área da saúde podem optar por alguns tipos de natureza jurídica , e são elas:

  • Sociedade Simples.
  • Sociedade Limitada – EIRELI
  • Empresa Individual.

Na natureza jurídica de Sociedade Simples, as clínicas médicas podem ser abertas por dois ou mais médicos, e é uma sociedade que precisa ser registrada no cartório.

Depois que essa etapa é concluída em cartório, o registro deve ser encaminhado para a Receita Federal para que se possa obter o CNPJ.

Os benefícios envolvem o pagamento do ISS trimestral, ou seja, o empreendedor ficará isento ao ISS que é cobrado de 2% para prestação de serviços médicos, pagando somente aquele destinado para o profissional.

Quando a natureza jurídica for Sociedade Limitada, as clínicas médicas poderão imprimir certos contornos e características da sociedade de capital, (sendo de pessoa ou capital).

E com a natureza jurídica da Empresa Individual, não há necessidades de sócios para a abertura de clínicas médicas. É preciso ressaltar que cada regime será definido de acordo com o faturamento.

E se você quiser abrir a empresa em seu endereço pessoal, é possível?

Para os profissionais que trabalham na área da saúde, mas que não tem uma área comercial para fazer a abertura da clínica médica, é possível abrir a empresa no próprio endereço (nos casos de atuar como terceirizados).

Como os clientes ou pacientes não serão atendidos no endereço da empresa, e sim em hospitais ou clínicas médicas terceirizadas, não há quaisquer problemas.

Vantagens de se tornar um profissional jurídico da área médica?

Primeiro que um profissional da área da saúde que trabalha como pessoa física acaba pagando muito mais impostos, do que uma pessoa jurídica. Segundo que na hora de contratar o profissional, hospitais e clínicas médicas dão prioridade para pessoas jurídicas, pois o serviço é esporádico. Outro fato compensador é que o profissional pode atender diversas instituições, podendo ter maior autonomia.

Como pessoa jurídica, pode-se entrar em um regime tributário de Lucro Presumido ou Lucro Real.  Porém, ressaltamos que, salvo algumas exceções, o Lucro Presumido é a melhor opção tributária para clínicas médicas, onde a opção do regime de tributação com base no lucro será manifestada com o pagamento da primeira ou única quota do imposto, que corresponde ao primeiro período de apuração de cada ano, segundo o calendário.

Como é feito esse cálculo?

Será feito com base na média de alíquotas de impostos incidentes sobre o ramo da atividade. O contador fará cálculos independentes, fornecendo ao empresário resultados distintos que irá auxiliá-lo em um regime de tributação mais favorável.

Sendo assim,  é de vital importância que clínica médicas ou profissionais da área médica que atuam como pessoas jurídicas contarem com a Assessoria de uma Empresa de Contabilidade Especializada na Área Médica, com conhecimentos específicos para fazer as análises necessárias e lhes apontar os melhores caminhos.

E então? Precisa de ajuda? Entre em contato! Nós da Capital Contabilidade podemos lhe fornecer a bússola para trilhar os melhores caminhos para o sucesso total de suas clínicas médicas. Não deixe de nos consultar!

 

Até a próxima!

Ainda possui alguma dúvida? Que tal entrar em contato com a Capital Contabilidade?

Somos uma Contabilidade em Brasilia, especialistas no seu negócio e poderemos ajudá-lo.

Será um prazer conversar!

Acesse nosso Facebook: @capitalcontabilidadedf

Sucesso e até logo.

Assine nossa newsletter

Receba dicas valiosas para o seu negócio semanalmente!

Agora que você entende melhor sobre este assunto, entre em contato com um dos nossos especialistas!

Falar com um especialista

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *