O Que São BDIs

O que são BDIs e qual sua importância para o mercado da construção civil?

Quem trabalha no ramo da construção civil, sabe que os clientes exigem o detalhamento de cada item presente orçamento, além do seu respectivo preço individual. E como as empresas não podem vender seus empreendimentos pelo preço de custo, elas precisam adicionar as margens e os custos indiretos ao total para que as despesas sejam cobertas e o preço de venda citado na planilha orçamentária seja justificado para os clientes.

E para compor um preço de venda adequado, levando em conta as margens e os custos indiretos, os profissionais responsáveis pelos orçamentos devem recorrer ao cálculo do índice BDI (Budget Difference Income ou, no português, ‘Benefícios e Despesas Indiretas’). No post de hoje, você descobrirá o que exatamente é BDI e como calcular esse índice tão importante para as empresas do mercado da construção civil. Confira:

O que é exatamente é BDI?

O BDI nada mais é do que um elemento orçamentário que ajuda os profissionais a comporem um preço de venda adequado, que cubra as despesas da administração central, os impostos, os seguros, os tributos e também as margens de incerteza. Todos estes custos são considerados indiretos, pois não são incorporados ao produto final, mas contribuem bastante para a formação do custo total do empreendimento.

É importante lembrarmos que esse índice não é absoluto. Isso porque cada obra é diferente, e existem inúmeras variáveis que quase nunca se repetem. Portanto, cada obra deve ter seu próprio BDI, que é influenciado por fatores como características administrativas da empresa responsável pela construção, localização do empreendimento, época de execução do projeto, tamanho do serviço, entre muitos outros.

Como calculá-lo?

Ainda não existe uma lei ou norma específica que estabeleça uma diretriz a ser seguida na formulação do BDI. É por isso que existem várias maneiras diferentes de calculá-lo. Mas existe uma fórmula em especial que é sugerida pelo IBEC (Instituto Brasileiro de Engenharia de Custos) e adotada pelo TCU (Tribunal de Contas da União), que foi criada com base em um consenso internacional. É esta:

BDI = {[1 + AC + CF + MI + S + G] / [ 1 – (TM + TE + TF + MBC)] – 1} x 100

  • AC (Administração Central): reúne os custos da sede da construtora, como de contabilidade, gestão de pessoal, departamento de compras, entre muitos outros;
  • CF (Custo Financeiro): corrige monetariamente os déficits de caixa que os contratos apresentam, principalmente em relação à sua forma de medição e pagamento;
  • MI (Margem de Incerteza): percentual de erro aceitável para as estimativas de preços dos contratantes dos serviços, devido à sua inexatidão;
  • S (Seguros): indica os custos relacionados aos seguros previsto ou não nos contratos, como o ‘Performance Bond’, que assegura a plena execução do contrato;
  • G (Garantias): representa os custos para cumprir as cláusulas do contrato oferecendo as garantias previstas;
  • TM (Tributos Municipais): leva em conta os tributos municipais, como o ISS (Imposto sobre Serviço), que é pago no município que o serviço está sendo realizado;
  • TE (Tributos Estaduais): leva em conta os tributos estaduais, como o ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Prestação de Serviços);
  • TF (Tributos Federais): leva em conta tributos federais, como o PIS (Programa de Integração Social) e o COFINS (Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social);
  • MBC (Margem Bruta de Contribuição, ou Lucro Bruto Previsto): valor aleatório, estabelecido por cada empresa em função do mercado.

Após calcular o BDI, o responsável deve aplicá-lo no orçamento, utilizando esta fórmula:

Preço de venda = custo direto x (1 + BDI/100)

Conclusão

O BDI é um índice fundamental para fechar o preço final dos empreendimentos, levando em conta os diferenciais da obra e também a realidade econômica do país. É de suma importância que os orçamentistas definam uma boa estratégia para poderem calcular corretamente o BDI e chegar a um preço de venda sustentável, que cubra as margens e despesas indiretas, gere lucro para a construtora e seja justo para a população.

Se tiver ficado com alguma dúvida, escreva-a nos comentários abaixo para que possamos ajudá-lo

Fonte: Globaltec

Ainda possui alguma dúvida? Que tal entrar em contato com a Capital Contabilidade?

Somos uma Contabilidade em Brasilia, especialistas no seu negócio e poderemos ajudá-lo.

Será um prazer conversar!

Acesse nosso Facebook: @capitalcontabilidadedf

Sucesso e até logo.

Assine nossa newsletter

Receba dicas valiosas para o seu negócio semanalmente!

Agora que você entende melhor sobre este assunto, entre em contato com um dos nossos especialistas!

Falar com um especialista

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *