Como Reduzir Custos De Um Comércio Varejista?

Como reduzir custos de um comércio varejista?

Saber como reduzir custos de um comércio varejista é fundamental para garantir total sucesso ao seu negócio!

Um dos setores mais importantes para a economia, o varejo, vem sentindo os efeitos da crise econômica instalada em nosso país desde 2015. Em razão disso, a maior parte dos empresários vem buscando meios para reduzir custos de um comércio varejista para garantir sua estabilidade.

O comércio varejista, além dos custos normais apresentados por qualquer empresa, ainda precisa manter controle sobre os impostos, um dos principais itens que elevam o seu custo de atividade. Ao mesmo tempo, a queda nas vendas apresenta uma nova preocupação, exigindo redução de quadro de pessoal e oferecendo menor qualidade no atendimento.

Dicas de como reduzir custos de um comércio varejista

Existem diversas medidas que podem ser tomadas sem prejudicar o atendimento do consumidor e é exatamente isso o que vamos analisar neste artigo.

  • Controle eficiente do estoque

O estoque é um dos setores mais importantes para o comércio varejista. Manter o controle sobre as mercadorias e garantir boa rotatividade é uma das medidas a serem tomadas para manter o investimento necessário sem prejuízo do atendimento aos consumidores.

O gerenciamento do estoque possibilita reduzir perdas, principalmente com produtos perecíveis, e aumentar a lucratividade da empresa, mantendo sua imagem e respeito perante o público.

  • Gerenciamento de fornecedores

O comércio varejista depende principalmente de bons fornecedores e produtos de qualidade. O gerenciamento de fornecedores e o estabelecimento de parcerias vantajosas permite reduzir custos, principalmente na redução de preços de compras e na negociação de melhores condições de pagamento.

Ao mesmo tempo, melhores negociações possibilitam a criação de promoções que possam atrair o público consumidor, gerando economia em ambos os lados, seja para o comércio, seja para o consumidor.

  • Custos por setores

Um bom planejamento é fundamental para reduzir custos no comércio varejista. Dessa forma, o administrador deve separar os custos por setores, podendo analisar quanto cada um deles consumo e verificar se estão de acordo com a realidade da empresa.

Com a separação de custos por setor é possível encontrar meios de redução detalhados, atendendo todas as necessidades da empresa e, ao mesmo tempo, oferecendo eficiência empresarial.

Através de uma análise criteriosa, o administrador poderá estabelecer metas de redução de custos para cada setor sem gerar consequências que possam oferecer riscos à saúde financeira da empresa e à eficiência exigida de cada um deles.

  • Controle de despesas recorrentes

As despesas recorrentes são aquelas necessárias durante todo o tempo de funcionamento do comércio varejista, como, por exemplo, as contas de energia e água, folha de pagamento dos funcionários e aluguel, entre outras.

Embora nem todas essas despesas possam ter redução de custos, existem aquelas que, através de algumas medidas, podem ser reduzidas, como as contas de telefone, energia e água.

O administrador, portanto, pode encontrar formas de economizar nas despesas recorrentes, utilizando menor quantidade de equipamentos ou investindo na modernização, adotando tecnologias de baixo consumo.

  • Terceirização de serviços

A terceirização de serviços é uma das fórmulas mais adotadas para redução de custos pelas empresas, podendo ser utilizada também para o comércio varejista. Além de reduzir os custos de um comércio varejista, a terceirização permite conseguir melhor qualidade no serviço prestado.

O mercado de prestação de serviços oferece diversas atividades que permitem a terceirização, como limpeza e conservação, manutenção, contabilidade e marketing, entre outros. O comércio varejista pode estudar os serviços que não fazem parte de sua atividade principal e conseguir maior economia nos seus custos mensais.

  • Precificação das mercadorias

O comércio varejista precisa empregar métodos eficazes para precificar suas mercadorias, evitando a utilização de mão de obra e garantindo um trabalho mais eficiente. Quando feita por pessoas, a precificação está mais sujeita a erros e isso pode impactar na lucratividade.

O investimento em métodos modernos de precificação possibilita padronizar e reduzir custos nesse processo, agilizando as atividades e melhorando a imagem da empresa perante o consumidor, que poderá ser atraído por preços mais baixos e promoções.

  • Logística

A logística é essencial para o comércio varejista, desde o recebimento de cargas, o controle do estoque e a distribuição das mercadorias para revenda. O setor deve ser cuidadosamente analisado para levantamento de atividades que possam gerar maiores custos, dinamizando o processo e organizando a distribuição das mercadorias.

Muitos fatores podem influenciar nos custos gerados pelo setor de logística, como a distância dos fornecedores, que pode elevar os preços de fretes, o valor dos combustíveis e os custos com o armazenamento. Assim, sempre é preciso encontrar alternativas para que o serviço seja feito de forma eficiente e com menor custo.

  • Reciclagem e reutilização

Grande parte dos materiais recebidos no comércio varejista utiliza embalagens que podem ser recicladas e reutilizadas. Em vez de descartar os materiais, o administrador pode negociá-los, fornecendo para cooperativas ou empresas que se dedicam a essa atividade.

O administrador não irá precisar de muitos recursos para recolher e encaminhar esses materiais para uma empresa especializada, fazendo com que tragam algum lucro para o negócio.

Além disso, também é possível reutilizar materiais na própria loja, evitando materiais descartáveis que só geram despesas ou fazendo uso de materiais de divulgação para novas promoções.

A reciclagem e reutilização de materiais, além de colaborar com o meio ambiente, permite reduzir custos e trazer maior lucratividade para o comércio varejista.

A reduzir custos de um comércio varejista deve ser uma prática constante

Como em qualquer outra empresa, a implementação de práticas para redução de custos deve ser avaliada periodicamente. O administrador, portanto, precisa manter indicadores de desempenho que lhe ofereçam informações detalhadas e realistas sobre seu progresso, fazendo avaliações periódicas e melhorando constantemente os processos.

Com o estabelecimento de metas e o monitoramento das ações e práticas implementadas, o processo se torna sequencial, permitindo melhor avaliação e investindo mais recursos para conseguir melhores resultados.

Devemos atentar para o fato de que reduzir custos de um comércio varejista é uma prática que não deve ser utilizada apenas durante uma grande crise econômica, como a que atravessamos atualmente. É uma ação que deve ser aplicada em todos os momentos, fazendo com que a empresa mantenha sua sustentabilidade e possa investir na melhoria de sua atividade.

Em caso de dúvidas, entre em contato com a Capital!

Sucesso e até a próxima.

Curta nossa página no Facebook: @capitalcontabilidadedf

Ainda possui alguma dúvida? Que tal entrar em contato com a Capital Contabilidade?

Somos uma Contabilidade em Brasilia, especialistas no seu negócio e poderemos ajudá-lo.

Será um prazer conversar!

Acesse nosso Facebook: @capitalcontabilidadedf

Sucesso e até logo.

Assine nossa newsletter

Receba dicas valiosas para o seu negócio semanalmente!

Agora que você entende melhor sobre este assunto, entre em contato com um dos nossos especialistas!

Falar com um especialista

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *